• ciadancurbana

Dançurbana em Casa realiza gratuitamente Curso de Metodologia de Ensino para as danças urbanas

Updated: Jul 24

São 35 vagas e as inscrições vão até 15 de julho





O projeto ´Dançurbana em Casa – Ciclo de Atividades Culturais´, da Cia Dançurbana, realiza o Curso ´U Technique´, de metodologia de ensino para as danças urbanas, com Filipi Ursão, nos dias 22, 23 e 24 de julho, na Casa de Ensaio. O curso é voltado para artistas e professores e, as inscrições são gratuitas. Este projeto é realizado com o patrocínio do Instituto Cultural VALE e do Comper, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.


Com o ´Dançurbana em Casa – Ciclo de Atividades Culturais´, a companhia tem aberto a sua casa para crianças, jovens e adultos, por meio de três frentes de atuação: apresentações de espetáculos de seu repertório (parte deles com audiodescrição), cursos de aperfeiçoamento para os seus artistas e artistas da comunidade e, ações de formação em seis escolas da capital, por meio de oficina de mediação artística.


Curso será comandado por renomado coreógrafo brasileiro


Pensando em ajudar dançarinos e dançarinas a aprimorarem seu conhecimento técnico e consciência corporal, o curso ´U Technique´ foi criado como uma metodologia de ensino, baseada na utilização de danças, conceitos e técnicas que o ministrante Filipi Ursão considera serem mais usadas e importantes em coreografias, improvisação e estudo de movimento. O curso será dividido em duas etapas diferentes, trabalhando exercícios de velocidade e força, explicando os seus conceitos durante o decorrer do curso.


O ministrante do curso Filipi traz em sua bagagem profissional amplas e ricas experiências na área da dança. Como coreógrafo desenvolveu seus trabalhos na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, assistente coreográfico da coreógrafa Deborah Colker. Foi colaborador e consultor de danças urbanas para o espetáculo ´O Cão Sem Plumas´, da Cia de Dança Déborah Colker, pelo qual recebeu o Prix Benois de La Danse na Rússia em 2018, considerado um dos prêmios mais importantes do mundo. De 2013 até 2017 foi coreógrafo do ´Rock in Rio Palco Street Dance´, incluindo a edição de Las Vegas em 2015. Fez a direção de movimento dos shows de artistas como Anitta, Iza, Lexa, Kevin o Chris e outros.


Filipi também foi jurado de festivais de dança renomados, tais como: ´38° Festival de Dança de Joinville´ em 2021, ´Danzamérica´ em Córdoba na Argentina em 2014 e ´Beat Street Festival´ na República Tcheca em 2008. E já ministrou workshops em países como Estados Unidos, França, Holanda, República Tcheca e Argentina, além de mais de 14 estados brasileiros.


Escolas recebem oficina de mediação artística


Além da realização do curso de metodologia, nesta etapa seis escolas municipais recebem oficinas de mediação artística, entre os dias 01 de agosto e 01 de setembro. Serão 36 horas de atividades em cada escola e, ao final das oficinas, os alunos terão a oportunidade de apreciar um espetáculo de dança. Recebem as oficinas as escolas municipais: Professor Plínio Mendes dos Santos, Arlene Marques de Almeida, Padre Tomaz Ghirardelli, Professor Hércules Maymone, Ana Lúcia de Oliveira Batista e Fauze Scaff Gatas Filho.


Acessibilidade: espetáculos com audiodescrição


O projeto ´Dançurbana em Casa – Ciclo de Atividades Culturais´ está diretamente relacionado as ações que a companhia realiza frequentemente, visando manter, aprimorar e ampliar a sua atuação, além de promover o acesso aos bens culturais e a inclusão sociocultural para deficientes visuais por meio de apresentações de espetáculos com audiodescrição e da criação de mais um roteiro áudio descritivo para um espetáculo de dança do seu repertório.


Em junho, no dia 17, o grupo encenou o espetáculo ´R.U.I.A – Realidade Ultrassônica de Invasão Aleatória´, com audiodescrição na Casa de Ensaio. Depois, nos dias 24 e 25, Jack Mourão apresentou o solo ´Talvez seja isso´, com audiodescrição na apresentação do primeiro dia, também na Casa de Ensaio. As próximas apresentações acontecem em agosto: nos dias 19 e 20, Rose Mendonça encena o solo ´Nu(m) corpo só´ (para maiores de 16 anos), às 19h30, na Casa de Ensaio. A apresentação do dia 19 contará com audiodescrição. Ao todo, o projeto conta com 12 apresentações de espetáculos do repertório da Cia Dançurbana.


Serviço: o curso ´U Technique´, de metodologia de ensino para as danças urbanas, com Filipi Ursão, acontece nos dias 22, 23 e 24 de julho, na Casa de Ensaio. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo link: forms.gle/RFBwQF4vi1tzKaZ1A até 15 de julho. Acompanhe as próximas ações do projeto ´Dançurbana em Casa – Ciclo de Atividades Culturais´ pelas redes sociais da companhia Fanpage e Instagram e, pelo site www.dancurbana.com.br/.



Realização

Cia Dançurbana


Patrocínio

Instituto Cultural VALE

Comper


Apoio

Casa de Ensaio



Texto: Isabela Ferreira / Reconta Conteúdo


Imagens: Colonia

9 views0 comments